5 DANÇAS

06/06/2022


Cintia Napoli - foto: Elenize Dezgeniski

No dia 17 de junho de 2022, no Teatro Zé Maria, estreia 5 DANÇAS - trabalho formado por 5 peças solo autônomas para serem vistas sucessivamente. As danças são apresentadas até dia 3 de julho de 2022, sextas e sábados, às 19h e domingos, às 17h. Os ingressos, gratuitos, devem ser retirados 1h antes na bilheteria do teatro.

5 DANÇAS é formada por 5 peças solo apresentadas em sequência, entre intervalos. Com duração aproximada de 2 horas e meia, é um convite para que o público mergulhe na história da dança de 5 dançarinas – nascidas entre 1960 e 1969 - com atuação profissional ininterrupta de 40 anos, entre dançar e dar aulas de dança.


Cinthia Kunifas - foto: Elenize Dezgeniski

As 5 peças, co-peças, circunscritas no mesmo espaço apresentam uma variedade, a partir da diferença, de modos de viver a dança na cena. Entram no jogo de montagem e exibição das peças assuntos como habilidade, expressão, pedagogia, intimidade e auto dança.

Rosimeri Rocha - foto: Elenize Dezgeniski

Cintia Napoli, Cinthia Kunifas, Rosemeri Rocha, Marila Velloso e Mônica Infante entram na cena como documentos vivos de suas trajetórias de corpo. Juntas, estas mulheres constroem a história da dança em Curitiba e no Brasil, abrindo espaços para que as gerações de artistas subsequentes possam agir.

Atentas aos sinais, ao atual e às sincronicidades, desenvolvem planos coreográficos de 15 a 35 minutos. 5 DANÇAS é sobre a ação de acender, iluminar e brilhar. Peças que produzem o não esquecimento e proliferam histórias em corpos vivos diante de corpos vivos. As danças são microcorrentes articuladas. O contexto é o alimento das peças.


Marila Veloso - foto: Elenize Dezgeniski

A partir da vivência no corpo de diversas energias vitais e suas circulações e dinamismos, compartilha publicamente questões atuais sobre a duração de uma vida pública como artistas da dança, expondo aspectos pedagógicos, poéticos e políticos. Um bailado de materialidades. 5 movidas.


Mônica Infante - foto: Elenize Dezgeniski

É preciso começar pelo amor.


Com uma construção direta, as 5 peças convidam o público a fazer uma viagem imersiva em diferentes modos de viver a dança na cena. São peças femininas construídas por corpos arquivos que geram danças híbridas.

Fernando de Proença, idealizador, diretor e dramaturgo das peças solo, articula possibilidades de convidar as dançarinas e o público a viverem conjuntamente uma experiência de compartilhamento historiográfico das vidas destas mulheres da dança a partir de perguntas correspondentes aos contextos, vias e pensamentos.

Além das apresentações das peças solo, que devem ser fruídas em conjunto – o público retira os 5 ingressos de uma vez na bilheteria do teatro para uma sessão sequenciada de apresentações – o projeto também oferece para a cidade ações de compartilhamento de questões relacionadas à criação das peças como uma "conversa sem fim" realizada pela artista e teórica Eleonora Fabião com as dançarinas e o diretor e um debate performativo realizado pelos teóricos Flávio Desgranges e Giuliana Simões - a fim de ampliar os processos de mediação e recepção do público com as montagens. Durante o ano, o projeto também ofereceu 10 oficinas com as dançarinas.

5 DANÇAS é um elogio à história da dança em Curitiba, proliferando e gerando movimento em corpos experientes compartilhados com a cidade. Faz agir nas 5 dançarinas, a partir de trajetórias marcadas nos seus corpos e na história, atualizações sobre conhecimento no campo da dança e convida o espectador a viver, de forma multidirecional, um trajeto ampliado de experiências dançadas.

5 DANÇAS foi realizado com o apoio do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura – Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba. Incentivo: EBANX e CELEPAR.

FICHA TÉCNICA

5 DANÇAS


Com - Cintia Napoli, Cinthia Kunifas, Rosemeri Rocha, Marila Velloso, Mônica Infante.


Idealização, direção e dramaturgia - Fernando de Proença

interlocução e "conversa sem fim" - Eleonora Fabião | colaboração - Diego Marchioro | roupa - Amabilis de Jesus | luz - Beto Bruel | som - Edith de Camargo | maquiagem - Lilian Marchiori | técnico de luz - Augusto Ribeiro | microfonista - Chico Santarosa | foto - Elenize Dezgeniski | vídeo - Alan Raffo | designer gráfica - Julia Brasil (Pomelet) |traquitana - Estúdio Fábrika | imprensa - Fernando de Proença | direção de produção - Diego Marchioro | produção - Cindy Napoli | debate performativo - Flávio Desgranges e Giuliana Simões | idealização - Fernando de Proença | realização – Rumo de Cultura

SERVIÇO:

5 DANÇAS

de 17 de junho a 03 de julho de 2022

sex. e sáb. 19h

dom. 17h

Teatro Zé Maria

(Rua Treze de Maio, 655 - São Francisco)

ENTRADA FRANCA: retire seu ingresso 1h antes na bilheteria do teatro

19 de junho – após as apresentações - "conversa sem fim" - com Eleonora Fabião e os artistas.


03 de julho – após as apresentações - Debate performativo com Flávio Desgranges e Giuliana Simões

Classificação Indicativa - 18 anos