Amanda Nunes vence e retoma o cinturão peso-galo

31/07/2022


Amanda Nunes chega agora a 22 vitórias no MMA



Foi bom enquanto durou, Julianna Peña. Foram sete meses como campeã peso-galo do UFC, mas o cinturão voltou para o seu maior dono numa luta épica. Amanda Nunes castigou a americana ao longo de cinco rounds, exibiu sua técnica, fugiu dos perigos quando ele chegou, deixou o rosto da rival ensanguentado e venceu na decisão unânime (50-45, 50-44 e 50-43) para retomar o título da categoria até (até 61,2kg) e se tornar novamente a "champ-champ" do UFC.


A filha Reagan, de 2 anos, estava no colo no momento do anúncio do resultado, mas logo teve que dar lugar aos dois cinturões que a Leoa voltou a ostentar juntos, com direito à conhecida corrida com os dois pelo octógono como já havia feito diante de Cris Cyborg.


"Sinceramente, sabia que quando a Leoa não pegasse sua presa na primeira vez, pegaria ela na segunda vez. E agora fiz história, sou a campeã dupla de novo! (...) A melhor coisa que fiz foi fazer minha academia. Sinto que lá estou segura, que posso crescer, e que se tenho pessoas dedicadas só para mim, posso ser ainda melhor. Era para fazer o mesmo na última luta, mas eu não estava pronta".


Amanda Nunes chega agora a 22 vitórias no MMA, onde tem cinco derrotas. O cenário para a próxima luta está em aberto, com uma possível trilogia com Julianna Peña, uma trilogia com Valentina Shevchenko ou uma defesa de cinturão nos penas.