Bandidos "fazem a limpa" em armas do Museu da Lapa

31/07/2022


Foram levadas espadas consideradas relíquias históricas do Cerco da Lapa



Criminosos invadiram na madrugada de ontem o Museu de Armas da Lapa, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Durante a ação foram roubadas armas, além de munições e espadas. Segundo a Polícia Militar (PM), foram levadas pelo menos duas metralhadoras, duas carabinas e dois revólveres, além de espadas consideradas relíquias históricas do Cerco da Lapa, conflito ocorrido entre janeiro e fevereiro de 1894.


A Prefeitura da Lapa afirmou, em nota, que o furto ocorreu nas duas primeiras salas do museu. Ainda segundo a Prefeitura, as imagens das câmeras de segurança foram disponibilizadas à Polícia Civil para ajudar na investigação do crime. O museu foi inaugurado em 1993 e ganhou esse nome por ter cerca de 600 peças, a maioria armas das duas guerras mundiais e do Cerco da Lapa.


O acervo conta com armas de fogo, espadas, quadros, fotografias, móveis, miniaturas e uma variedade de peças raras. Uma das curiosidades é que o local tem uma sala para contar a história dos pica-paus e outra sala para a história dos maragatos – as duas forças em combate durante a Revolução Federalista.