Batalha entre torcedores mexicanos deixa três em estado grave

06/03/2022


Imagens chocantes de violência circulam pelas redes sociais



Torcedores do Querétaro e do Atlas protagonizaram uma briga generalizada durante o jogo entre os clubes, neste sábado, no estádio La Corregidora de Querétaro, no México, pela 9ª rodada do Campeonato Mexicano.


A Coordenação de Proteção Civil do estado de Querétaro, num primeiro momento, comunicou que 22 pessoas ficaram feridas, duas delas em estado grave. Posteriormente, o governador do Querétaro confirmou 26 hospitalizados, três deles em estado grave e dez em situação delicadas.


A Liga Mexicana anunciou a suspensão do restante da rodada. Imagens que circulam nas redes sociais que mostram homens desacordados, sangrando, sem roupa e tendo seus pertences roubados durante a briga. De acordo com a imprensa mexicana, dez pessoas foram presas por conta do conflito


O jogo transcorria normalmente com vitória por 1 a 0 do Atlas, fora de casa, quando, aos 17 minutos do segundo tempo, torcedores invadiram o gramado, iniciando a batalha. Famílias correndo assustadas com crianças sem camisa - para não denunciar os times - também chamaram atenção.


"Inadmissível e lamentável a violência. Serão castigados exemplarmente os responsáveis pela ausência de segurança no estádio. A segurança dos jogadores e torcedores é nossa prioridade", disse o presidente da Liga MX.


Os dois clubes correram rapidamente para repudiar os atos dos torcedores.


"O Atlas lamenta e reprova os acontecimentos. O futebol deve ser um aliado para promover valores e diversão para a família. Solicitamos às autoridades investigar a fundo e chegar às últimas consequências. Que se aplique toda a força da lei".


"Como instituição, condenamos a violência - disse o Querétaro, em parte de um comunicado".