Bolsonaro vai ao STF contra quebra de sigilo em redes sociais

27/10/2021


A CPI solicita às empresas Google, Facebook e Twitter que forneçam informações das contas oficiais do presidente



O presidente Jair Bolsonaro ingressou nesta quarta-feira com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) para impedir a quebra de seu sigilo telemático. O acesso aos dados foi uma determinação da CPI da Pandemia, que aprovou na terça (26) seu relatório final.


No pedido, a CPI solicita às empresas Google, Facebook e Twitter que forneçam informações das contas oficiais do presidente, entre elas dados cadastrais, registros de conexão e cópia integral de todo conteúdo armazenado nas plataformas YouTube, Facebook, Twitter e Instagram. Pela decisão da CPI, todas essas informações deverão ser encaminhadas ao STF e à Procuradoria-Geral da República (PGR).