Boris Johnson diz que não renunciará após saída de ministros

06/07/2022


Primeiro-ministro enfrenta situação econômica muito difícil no Reino Unido



Nesta quarta-feira, dia 6, o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse que não renunciará após a saída de dois de seus ministros.


Diversas autoridades de menor escalão do governo britânico também se demitiram em protesto contra a liderança de Johnson.


Ele reiterou a parlamentares que a economia está confrontando momentos complicados e que invasão na Ucrânia representa a pior guerra na Europa nos últimos 80 anos.


"É exatamente o momento em que se espera que um governo continue com seu trabalho, não que renuncie", afirma o premiê.