Brasileiro vence as 500 Milhas de Indianápolis pela quarta vez

30/05/2021


Hélio Castro Neves tornou-se um dos maiores vencedores da prova



Helio Castroneves é, oficialmente, o maior da história das 500 Milhas de Indianápolis, uma das provas mais tradicionais do automobilismo mundial. Neste domingo, no circuito oval do Motor Speedway, na cidade de Indianápolis, nos Estados Unidos, o piloto brasileiro deu um show e venceu um duelo espetacular com o espanhol Álex Palou, o ultrapassando na penúltima das 200 voltas, para levar a corrida que vale pela Fórmula Indy pela quarta vez, igualando o recorde de todos os tempos.


Restando sete voltas para o final, a disputa foi definida entre Castroneves e Palou, quando aqueles que se mantinham na pista (o sueco Felix Rosenqvist e o japonês Takuma Sato) estavam esperando uma bandeira amarela que não os obrigasse a uma última parada para reabastecimento. Mas os dois não tinham combustível suficiente e, a duas voltas para a bandeira quadriculada, o brasileiro tomou a ponta definitivamente após várias trocas com Palou pela primeira colocação.


Com a vitória, Castroneves, que está com 46 anos e correu pela Meyer Shank, entrou para o hall dos maiores vencedores das 500 Milhas. Apenas três pilotos tem quatro vitórias na corrida em Indianápolis: os americanos Anthony Joseph Foyt, Al Unser e Rick Mears.


A segunda posição ficou com Palou, piloto da Chip Ganassi que completou a corrida apenas 0s4928 atrás de Castroneves. O francês Simon Pagenaud, da Penske, ficou com a terceira colocação, sendo seguido pelo mexicano Pato O’Ward, quarto com uma McLaren. O grupo dos cinco primeiros foi completado pelo americano Ed Carpenter, piloto da Carpenter Racing.


O americano Santino Ferrucci, com um carro da RLL, fechou a corrida na sexta posição, chegando logo à frente do compatriota Sage Karam, piloto que defendeu a Dreyer & Reinbold. O holandês Rinus VeeKay, que liderou boa parte da prova, foi o oitavo colocado com uma Carpenter. O Top 10 ainda contou com o colombiano Juan Pablo Montoya, da McLaren, e o brasileiro Tony Kanaan, da Chip Ganassi. Pietro Fittipaldi foi o 25.º com o monoposto da Dale Coyne.


A prova contou com o maior público de um evento esportivo desde o início da pandemia de covid-19 no primeiro semestre de 2020. Os 135 mil ingressos colocados à venda foram esgotados rapidamente.


A temporada 2021 da Fórmula Indy terá sua próxima corrida nos dias 12 e 13 de junho, com a disputa da rodada dupla de Detroit, no circuito montado nas ruas da Ilha Bela.