CBF afasta árbitro principal e do VAR após falhas em Flamengo x Athletico

29/07/2022


O Flamengo reclama de um suposto pênalti de Fernandinho sobre Léo Pereira



A CBF anunciou no fim da tarde desta quinta-feira que incluiu os árbitros Luiz Flávio de Oliveira e Wagner Reway no Programa de Assistência ao Desempenho do Árbitro (PADA) - o que, na prática, significa que eles ficarão afastados de jogos do Brasileirão e da Copa do Brasil por tempo indeterminado.


Luiz Flávio de Oliveira foi o árbitro principal da partida disputada quarta-feira no Maracanã, entre Flamengo e Atlhetico Paranaense, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Wagner Reway, por sua vez, comandou o árbitro de vídeo naquela partida. Os dois foram muito criticados por jogadores, dirigentes e torcedores dos dois times após a partida.


As polêmicas recaíram principalmente sobre quatro lances. O Flamengo reclama de um suposto pênalti de Fernandinho sobre Léo Pereira, e da expulsão de David Luiz já no fim da partida. Na súmula, Luiz Flávio justificou o cartão vermelho porque o zagueiro fez "um movimento de tapa no ar com a palma da mão aberta, em minha direção", além de ofendê-lo.


O Athletico, por sua vez, considera que o juiz da partida foi condescendente em pelo menos outros dois lances. "O quê? Eles (Flamengo) estão reclamando de alguma coisa? Passa o lance do Gabigol chutando o Fernandinho. Passa o lance do Arrascaeta. Vergonhoso! É pra expulsar 30 dias seguidos! Não é um dia, são 30 dias seguidos", esbravejou o técnico Luiz Felipe Scolari.