CBF quer Pep Guardiola após Mundial do Catar, diz jornal

07/04/2022


Proposta seria de 12 milhões de euros e contrato até 2026


O técnico Tite já disse que não ficará no comando da Seleção Brasileira após a Copa do Mundo do Catar. Segundo informações do jornal Marca, a CBF já tem em mente seu substituto e não medirá esforços para trazê-lo. Trata-se do espanhol Pep Guardiola, do Manchester City.


Em paralelo ao trabalho da atual comissão técnica, focada em vencer o Mundial, a entidade trabalha com nomes para o futuro da equipe, e o desejo por Pep é unânime entre as lideranças. Segundo o periódico, novos membros da CBF têm traçado um plano em busca de uma resposta positiva de Pep Guardiola. Há também o consenso de que o próximo treinador deve ser estrangeiro.


Para convencê-lo, a Seleção Brasileira já teria entrado em contato com Pere Guardiola, irmão e empresário de Pep, e trabalha com um contrato de pouco menos de quatro anos, até o próximo torneio mundial, em 2026. Além disso, a entidade estaria disposta a desembolsar 12 milhões de euros (R$ 61,4 milhões) por ano, salário inferior aos 20 milhões de euros (R$ 102,7 milhões) que o comandante recebe no clube inglês.