Cesar Silvestri recorre à Justiça para assegurar sua candidatura

06/07/2022


A Federação PSDB Cidadania do Paraná aprovou por a candidatura ao Senado, mas o colegiado nacional vetou a candidatura



O pré-candidato a senador Cesar Silvestri Filho e a Federação PSDB Cidadania do Paraná impetraram nesta sexta-feira (5) mandado de segurança junto ao Tribunal Regional Eleitoral contra a decisão da coordenação nacional da federação, que desrespeitou a convenção estadual.


A Federação PSDB Cidadania do Paraná aprovou por unanimidade a candidatura do ex-prefeito de Guarapuava ao Senado. Já o colegiado nacional da Federação vetou a candidatura de César Silvestri e declarou apoio à reeleição do senador Álvaro Dias (Podemos). Nessa negociação, o Podemos passou a apoiar o candidato a governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), que busca a reeleição.


Cesar Silvestri adiantou que seu grupo político não vai apoiar Álvaro Dias. Se eventualmente a decisão do colegiado nacional da Federação PSDB Cidadania não for revertida na Justiça, ele vai se licenciar do partido e, assim, ficar livre para apoiar outro candidato ao Senado.