Com chuva e frio, Curitiba volta a reforçar resgate de pessoas em situação de rua

17/08/2022


O objetivo do trabalho, que é feito das 18h a 1h, é ofertar acolhimento


foto: Daniel Castellano / SMCS

Com a volta da chuva e a previsão da entrada de uma massa de ar frio que deve derrubar as temperaturas em Curitiba, a Prefeitura volta a reforçar o atendimento a pessoas em situação de rua. O trabalho, que já é executado 24 horas por dia, será ampliado da noite de quinta (18/8) à de segunda-feira (22/8), período em que os termômetros deverão registrar a mínima de 4 graus, com sensação térmica negativa.


As chamadas ações intensificadas fazem parte da Ação Inverno – Curitiba que Acolhe, que teve início em 15 de maio, e são realizadas sempre que há previsão de temperaturas abaixo de 8 graus. A medida passou a ser adotada também em dias de muita chuva para evitar que as pessoas em situação de rua fiquem molhadas e corram o risco de hipotermia.


Durante o período de ação intensificada, a Fundação de Ação Social (FAS) terá mais equipes de abordagem social percorrendo as ruas da cidade em busca de pessoas que estejam desprotegidas.


O objetivo do trabalho, que é feito das 18h a 1h, é ofertar acolhimento e encaminhar os desabrigados para unidades do município onde podem tomar banho, trocar de roupa, se alimentar e dormir protegidos.


Educadores sociais da FAS farão busca ativa em roteiros já identificados e estabelecidos, nas dez regionais da cidade, além de atenderem solicitações que chegarem à Central 156.


Durante o dia, nas regionais, a abordagem à essa população segue sendo feita pelos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e, nos demais horários da noite, pela Central de Encaminhamento Social (CES), que funciona 24 horas por dia e sete dias na semana.