Congresso sobre Instituições de Longa Permanência para Idosos fica disponível até 31 de outubro

25/10/2021


O evento online, realizado dias 7 e 8 de outubro, ficará disponível até o dia 31 de outubro


Divulgação

Para marcar os 100 anos de sua fundação, a entidade Socorro aos Necessitados, de Curitiba, promoveu o Congresso Brasileiro sobre ILPIs – Instituições de Longa Permanência para Idosos, com o tema “ILPI, uma instituição social ou de saúde?”. O evento online, realizado dias 7 e 8 de outubro, teve 921 inscritos e a grande novidade é que o conteúdo ficará disponível até o dia 31 de outubro. Portanto, quem não teve a chance de assistir ao vivo, ainda pode se inscrever e se atualizar sobre o tema.

Antonio Carlos dos Santos Lima, presidente da Socorro aos Necessitados, conta que o evento foi um sucesso tanto em conteúdo como em solidariedade. “Agradecemos aos nossos palestrantes nacionais e internacionais, bem como aos patrocinadores e participantes que, com sua contribuição social na hora da inscrição, estão nos ajudando a dar um atendimento digno aos nossos cerca de 100 idosos”.

“As novas realidades sociais, familiares e econômicas do país, principalmente a pandemia da Covid-19, diminuíram a invisibilidade das ILPIs. Este cenário motiva reflexões, de forma multiprofissional e transdisciplinar”, afirma o presidente do Congresso, o geriatra Dr. José Mário Tupiná Machado. “Discutimos dezenas de temas que trarão impacto positivo na qualidade de assistência das instituições”, completa.

Entre as palestras que continuam disponíveis online estão: “Onde viver a velhice?”, “ILPI e a liberdade protegida”, “Equipe multiprofissional de assistência”, “COVID-19 nas ILPI”, “Cuidados Paliativos”, entre outros. Uma das palestrantes foi a médica geriatra Karla Giacomin. Ela começou fazendo um panorama do serviço no mundo.

No ano de 520, ocorreu o aparecimento da primeira instituição, com o Papa Pelágio II que transforma sua residência em um hospital para pessoas idosas. Até o final do século XIX, as instituições eram voltadas a pessoas na pobreza ou que tinham doenças e precisavam ficar separadas da sociedade. No Brasil, em 1794, surgiu a primeira instituição asilar, a Casa dos Inválidos, para soldados idosos.

Asilo, do grego ásylos e do latim asylum, é uma casa de assistência social onde são recolhidas pessoas pobres ou desamparadas. Para minimizar os aspectos negativos, a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia desencadeou um movimento para o uso da expressão ILPI - Instituição de Longa Permanência para Idosos, que passou a vigorar definitivamente a partir da RDC 283/2005.

“É preciso pensar em políticas para uma população que envelhece rapidamente. Muitas vezes, o grau de complexidade dos cuidados necessários pelo idoso ultrapassa a possibilidade da família”, explica a médica. As ILPIs podem ser governamentais ou não e abrigar tanto idosos com ou sem suporte e vínculo familiar, promovendo direitos, saúde, bem-estar, reabilitação ou cuidados paliativos. Outro dado apresentado no congresso é que quanto mais carentes e menos escolarizados são os idosos, mais demandam cuidado. De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (2013), 24% dos idosos brasileiros apresentam pelo menos uma dificuldade de autocuidado, ir às compras, administrar as finanças ou sair de casa. Muitos recebem auxílio de cuidadores informais ou de familiares que se dividem nas tarefas e 6% não recebem qualquer tipo de suporte.

Para assistir às palestras, basta fazer a inscrição pelo site www.congressoilpi.com.br - conteúdo disponível até 31 de outubro. A contribuição social é a partir de R$ 35,00, revertidas para o Lar dos Idosos Recanto do Tarumã, que abriga cerca de 100 idosos na capital paranaense e é mantido pela Socorro aos Necessitados.

Informações:

www.congressoilpi.com.br

Telefone: (41) 3266-3813 - (41) 98898-2384 (whatsapp)

E-mail: marketing@socorroaosnecessitados.org.br

Socorro aos Necessitados

Rua Konrad Adenauer, 576 – Tarumã – Curitiba/PR

www.socorroaosnecessitados.org.br

Sobre a entidade - A Socorro aos Necessitados é uma instituição filantrópica sem fins econômicos que atua desde 1921 em todo o Paraná. É considerada uma das primeiras instituições assistenciais no Brasil a prestar atendimento a pessoas em situação de vulnerabilidade social. A equipe de colaboradores é formada por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, musicoterapeuta, nutricionistas, assistentes sociais, farmacêuticos entre outras especialidades. A missão da instituição é garantir o exercício dos direitos humanos e oferecer qualidade de vida, proteção, dignidade e respeito às pessoas sob sua responsabilidade.