Convenção do PT confirma candidatura de Requião ao governo do Paraná

23/07/2022


Ex-diretor de Itaipu Jorge Samek será candidato a vice



A candidatura de Roberto Requião (PT) ao governo do Paraná nestas eleições, com Jorge Samek como vice, foi oficializada na convenção da Federação Paraná da Esperança – formada pelo PT, PCdoB e PV – neste sábado (23). Os diretórios estaduais das legendas também definiram os nomes em disputa para a Assembleia Legislativa, com 55 candidaturas, e Câmara dos Deputados, com 31 candidaturas.


Requião comentou a importância desta nova campanha na corrida por uma vaga como governador do Paraná, nestas eleições de 2022, como “único caminho” possível.


“Nós temos uma tarefa na retomada do processo civilizatório do nosso país. O governo precisa ter identidade com as pessoas, fraternidade e solidariedade. A minha candidatura está colada à de Lula. É o único caminho para a reconstrução de uma nação que respeite seu povo”, disse.


Sobre o governo do estado, o candidato afirmou que travará um combate duro contra a corrupção, citando obras recentes realizadas no Litoral do Paraná. “Ganhando essa eleição, nós vamos, em primeiro lugar, fazer uma verificação sobre essa história de gastar R$ 300 milhões em obras da engorda da faixa de areia de Matinhos. Camboriú gastou R$ R$ 66,8 milhões para a mesma obra.”


Ele afirmou ainda que voltará a investir fortemente em educação. “Vamos devolver alegria à sala de aula e teremos um pacto com os professores: para o melhor ensino do Brasil, teremos o melhor salário do país.”


A convenção, no entanto, não oficializou um nome para candidatura ao Senado Federal. Em aberto, a definição será feita pela comissão executiva até o prazo previsto em registro.


Evento com Lula


A convenção da Federação Paraná da Esperança aconteceu no início da tarde em modelo híbrido, para cumprir os requisitos legais exigidos pela Justiça Eleitoral. Para agosto, após o registro das candidaturas, está programado um ato presencial de lançamento da campanha, com a presença do candidato à presidência pelo PT, Luiz Inácio Lula da Silva.