CPI investiga se diretor da Precisa viajou a Las Vegas com Flavio Bolsonaro

23/09/2021


Danilo Trento se negou a dizer o motivo da viagem e quem o acompanhava



A CPI da Covid investiga se Danilo Trento, diretor institucional da Precisa Medicamentos, viajou para Las Vegas acompanhando uma comitiva de senadores. Proposta pelos senadores Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e Irajá (PSD-TO), a missão oficial esteve nos Estados Unidos entre 18 e 24 de janeiro do ano passado.


Em requerimento, o senador Flávio Bolsonaro informou que a comitiva tinha o objetivo “de acompanhar a comitiva do Instituto Brasileiro de Turismo — Embratur em reuniões institucionais com o Carnival Group e a Royal Caribbean International, em Miami, e com o Presidente e CEO do Las Vegas Sand Corporation, Sheldon Adelson, em Las Vegas”.


“Será uma ocasião importante para a promoção do turismo brasileiro no mercado internacional, que dentre outros temas, abordará questões atinentes à atração de cruzeiros marítimos para a costa brasileira, bem como investimentos para a instalação de novos resorts em nosso País”, afirmou o senador no requerimento.


A viagem entrou no radar da CPI nesta quinta-feira (23), durante o depoimento de Trento à comissão. Ao ser questionado por senadores, o diretor confirmou que já esteve em Las Vegas. Ele, no entanto, disse que iria permanecer em silêncio, ao ser perguntado sobre a data da viagem, quem o acompanhava e qual assunto seria tratado nos Estados Unidos. Trento também foi questionado se a viagem teve a presença de algum senador ou parlamentar. Ele, novamente, adotou o silêncio.


O empresário obteve no Supremo Tribunal Federal (STF) o direito de não responder a perguntas que pudessem incriminá-lo. De acordo com o sistema do Senado, a Casa gastou R$ 12,5 mil com as diárias de Flávio Bolsonaro e R$ 14,4 mil com as de Irajá. Trento afirmou que foi aos Estados Unidos num voo comercial.


Nesta quinta, após a sessão da CPI, a assessoria de Flávio Bolsonaro divulgou nota na qual afirma que ele nunca se reuniu com Trento.


"Alguns poucos senadores irresponsáveis da CPI, mais uma vez, distorcem fatos e criam narrativas para atacar o senador Flávio Bolsonaro e sua família. O senador nunca se reuniu com o Sr. Danilo Berndt Trento em Las Vegas, nem possui vínculo de qualquer espécie com o mesmo. O senador esteve na referida cidade em missão oficial e suas agendas estão publicadas no site do Senado Federal", diz a nota.


Cassino

Para o senador Humberto Costa, o objetivo da viagem de Trento foi tentar trazer cassinos para o Brasil.


“A minha avaliação e as informações que eu tenho são de que o senhor Danilo Trento foi tratar de um assunto em que tem muita gente interessada nesse governo, que é trazer a jogatina americana aqui para o Brasil. Trazer cassino, trazer essa jogatina toda aqui para o Brasil, porque é uma forma boa de fazer lavagem de dinheiro, de sonegar imposto e de dar espaço para o crime organizado”, afirmou o senador Humberto Costa (PT-PE).


Costa também questionou se Trento viajou para outros lugares e passou o Ano Novo com algum senador. Mais uma vez, o diretor recorreu ao direito ao silêncio.


Em uma das poucas respostas, o diretor limitou-se a negar que a ida a Las Vegas “ou com políticos” tinha relação com o projeto de lei que libera os resorts integrados no Brasil.



O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) afirmou que o silêncio de Trento leva à dedução “de que a viagem teve indícios de crime ou foi criminosa”.