Curitiba bate recorde com nove dias consecutivos sem mortes por covid-19

26/09/2022


O recorde anterior havia sido de 29 de dezembro de 2021 a 5 de janeiro de 2022



Dados de Painel Covid, da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba, mostram que a capital bateu no início deste mês de setembro o seu maior recorde de dias sem óbitos por covid-19 desde 2020. Foram nove dias consecutivos, no período de 7 a 15 de setembro, sem a ocorrência de mortes pela doença. O recorde anterior havia sido de 29 de dezembro de 2021 a 5 de janeiro de 2022, com oito dias consecutivos.


“É uma notícia a ser comemorada: nove dias consecutivos sem ocorrência de mortes em decorrência dessa odiosa doença”, afirma o prefeito Rafael Greca. “Isso é efeito dos nossos esforços de vacinação, com quase 5 milhões de doses aplicadas contra covid-19, e todos os cuidados sanitários que tomamos ao longo da pandemia”, completa o prefeito.


De acordo com a secretária municipal da Saúde, Beatriz Battistella, “é um grande avanço”. Ela ressalta, porém, que é importante manter o alerta, pois do dia 16 a 23 de setembro ocorreram cinco mortes. "Precisamos manter os esquemas vacinais em dia, uso de máscara e isolamento de pessoas com sintomas respiratórios”, orienta.


De acordo com o epidemiologista da Secretaria Municipal da Saúde, Diego Spinoza, é importante esclarecer que os dados se referem especificamente aos óbitos de acordo com a data real de sua ocorrência. “Esse dado só é obtido quando se faz uma análise em retrospecto dos dias anteriores”, diz.


De acordo com Spinoza, os boletins de covid da Prefeitura, por outro lado, trazem os dados sobre óbitos de uma forma diferente: não pela data da ocorrência, mas, sim, pela data de divulgação. “Isso significa que, nos boletins, a morte divulgada em um determinado dia refere-se, na verdade, a um óbito ocorrido em dias anteriores”, explica o epidemiologista. “Isso acontece porque cada morte suspeita passa por investigação”, complementa.


Considerando os óbitos por covid-19, de acordo com a data de divulgação, como é informado nos boletins, no período de 7 a 15 de setembro foram contabilizadas sete mortes pela doença. “Esses óbitos referem-se a mortes ocorridas em dias anteriores, mas que foram divulgadas apenas neste período, porque estavam passando por investigação” diz Spinoza.


No Painel Covid é possível acessar e consultar os dados de óbitos pela doença, tanto pela data da ocorrência, como pela data da divulgação. Os óbitos por data de divulgação nunca sofrem alteração. Mas os óbitos por data de ocorrência podem acabar sendo atualizados posteriormente no sistema, quando há a inclusão de alguma ocorrência que estava sendo investigada.