Curitiba pede a cidades da RMC que adotem o lockdown

14/03/2021


A taxa de ocupação dos leitos de UTI na cidade chegou a 98%



Curitiba pede às cidades da RMC para colaborarem com a adoção de restrições mais rigorosas das atividades, através da adesão ao protocolo de risco alto de alerta - bandeira vermelha - para conter os casos de Covid-19, previsto no Decreto de Curitiba 565/21, publicado na sexta-feira.


A decisão de Curitiba foi anunciada durante reunião no final da manhã de sábado (13) do Fórum Metropolitano de Combate à Covid-19, da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec).


De acordo com a assessora especial do gabinete do Prefeito de Curitiba, Cibele Fernandes Dias, que representou o prefeito Rafael Greca na reunião, ao lado do vice-prefeito Eduardo Pimentel, foi apresentado aos prefeitos da RMC a explicação das medidas restritivas de lockdown.