Elon Musk compra o Twitter por US$ 44 bilhões

25/04/2022


Bilionário quer transformá-la em uma empresa de capital fechado



O acordo de Elon Musk para comprar o Twitter foi confirmado pela empresa nesta segunda-feira (25). A aquisição movimentará cerca de US$ 44 bilhões (cerca de R$ 215 bilhões) e tornará a rede social uma companhia de capital fechado. A empresa espera concluir o negócio ainda este ano, mas ainda precisa da aprovação formal de seus acionistas e de órgãos regulatórios.


Elon Musk é o homem mais rico do mundo e tem um patrimônio avaliado em US$ 273 bilhões (R$ 1,3 trilhão), segundo ranking da Bloomberg. Conhecido por suas polêmicas, ele foi eleito pela revista "Time" como a "Personalidade do Ano" em 2021. E, neste mês, encabeçou a lista dos bilionários da "Forbes", à frente do dono da Amazon, Jeff Bezos.


Nascido em Pretória, na África do Sul, em 1971, Musk é filho de um sul-africano e de uma canadense. Ele viveu no país natal até 1989, quando se mudou para o Canadá pouco antes de completar 18 anos.


Ele cursou a faculdade na Queen's University em Ontário, no Canadá, mas, no meio da graduação, se mudou para a Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, onde se naturalizaria americano.


Musk é bacharel em física e economia. Ele primeiro se tornou conhecido pela criação da Tesla, fabricante de carros elétricos, em 2003. Depois, foi diversificando seus negócios. Leia mais sobre a trajetória de Elon Musk.


O Twitter informou que os acionistas receberão US$ 54,20 (R$ 264) em dinheiro por cada ação. Segundo a empresa, esse valor é 38% maior à cotação das ações em 1º de abril, último dia de negociações antes de a participação de Musk na empresa ser revelada.


Para o acordo ser fechado, Musk vai usar US$ 21 bilhões (R$ 102 bilhões) de sua fortuna e obter o restante de um empréstimo de US$ 25,5 bilhões (R$ 124 bilhões).


O valor é muito acima do que foi pago, por exemplo, na compra do WhatsApp pelo Facebook, em 2014 (US$ 22 bilhões), e do Instagram, também pela empresa de Mark Zuckerberg, em 2012. Relembre outros negócios milionários em tecnologia.