Feirantes de Curitiba aprendem a vender e fidelizar por redes sociais

05/04/2021


O site Feiras Livres reúne 152 comerciantes de pontos da Prefeitura na capital



Para auxiliar os feirantes de Curitiba a vender mais pelas redes sociais e também pelo site Feiras Livres da Prefeitura, a Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (SMSAN) e a Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação promoveram, nesta segunda-feira (5/4), a live “Venda pelo Whatsapp”. O evento on-line teve a participação de 125 comerciantes de feiras livres da cidade.


“Com a pandemia, redes sociais como o Whatsapp passaram a ser um canal fundamental de venda e relacionamento com o consumidor”, explicou Milena Mancini, diretora de marketing digital da Projetual Comunicação, durante o curso transmitido pelo canal Youtube e Facebook do Vale do Pinhão.


Milena avalia que a tecnologia continuará a ser uma aliada dos feirantes mesmo depois da pandemia.


“Não se trata de ser apenas uma inovação digital. Trata-se de sobrevivência”, alertou ela.


Plataforma

Lançado no ano passado, o site Feiras Livres reúne 152 comerciantes de pontos da Prefeitura na capital. Moderna e bem otimizada, a plataforma é baseada em imagens dos alimentos e outros produtos dos comerciantes das feiras livres. A negociação e entrega por delivery são feitas diretamente por WhatsApp entre as partes.