Foto de avião militar dos EUA mostra drama do êxodo afegão

17/08/2021


Imagem exibe cerca de 640 pessoas espremidas em aeronave



Uma foto publicada pela imprensa dos Estados Unidos mostra o drama do êxodo de afegãos de Cabul após a tomada da cidade pelo grupo fundamentalista islâmico Talibã, que voltou ao poder 20 anos depois de ter sido destituído pela invasão americana.


Divulgada pelo site Defense One, a imagem exibe 640 pessoas aglomeradas no interior de um Boeing C-17 Globemaster III, avião de transporte militar usado pela Força Aérea dos EUA e cuja capacidade é de 154 passageiros.


O objetivo dos militares americanos não era evacuar tanta gente de uma vez, mas afegãos em pânico com a chegada do Talibã em Cabul correram pela rampa aberta da aeronave para fugir do país no último domingo (15).


Os evacuados desembarcaram em segurança em uma base militar dos Estados Unidos no Catar. Outro voos realizados pelas forças americanas também já deixaram Cabul, e algumas pessoas chegaram a se pendurar em trens de pouso para tentar escapar do Afeganistão.


Um vídeo amador feito na última segunda-feira (16) mostrou pelo menos dois indivíduos caindo de uma aeronave da Força Aérea dos EUA instantes depois da decolagem.


O Talibã já governou o Afeganistão de 1996 a 2001, quando foi derrubado pela invasão americana deflagrada após os atentados de 11 de setembro.


No entanto, apesar de 20 anos de ocupação, os EUA não conseguiram derrotar o grupo, que prega a aplicação radical da Sharia, a lei islâmica, especialmente contra as mulheres, que sob o regime talibã não podiam estudar e sequer sair de casa sem a companhia de um parente homem.


No último fim de semana, um porta-voz do grupo prometeu "respeitar os direitos das mulheres" e permitir seu acesso à educação, mas essa versão "moderada" do Talibã ainda é vista com ceticismo no mundo.