Goethe-Institut inaugura nova intervenção artística em sua fachada

24/08/2021


“Redes subterrâneas”, dos artistas Dani Eizirik e Tuane Eggers, propõe um diálogo sobre conexões subjetivas e objetivas na natureza


Neste mês de agosto, o Goethe-Institut Porto Alegre inaugura nova intervenção artística em sua fachada! A pintura “redes subterrâneas”, de Dani Eizirik e Tuane Eggers foi finalizada nesta semana e passa a compor o cenário urbano da rua 24 de outubro para todos que passam, seja a pé, de bicicleta, carro ou transporte público. O trabalho da dupla de artistas é a segunda intervenção do ano de 2021 e poderá ser visitada até o mês de outubro. A partir da temática meio ambiente, cada artista tem a liberdade para desenvolver diferentes propostas gráficas e narrativas que provoquem uma reflexão em pleno passeio público.



Em “redes subterrâneas” Dani Eizirik e Tuane Eggers exploraram a relação do muro com as árvores e subsolo do jardim do Goethe-Institut Porto Alegre, gerando um diálogo entre a arte e a natureza que existe na volta - assim como com o que está dentro e fora dos nossos corpos. “Ao retratar as redes subterrâneas da micorriza e a cooperação que pode existir entre o micélio dos fungos e as raízes das árvores, pensamos sobre a confusão dos contornos, sobre as redes que nos atravessam e que nos envolvem com as diversas formas de vida no planeta”, descrevem os artistas. O mural de Tuane Eggers e Dani Eizirk é um convite imaginativo para os passantes e traz para o espaço público a reflexão sobre as teias objetivas ou subjetivas que constituem a vida e as relações.

Com esta intervenção artística, o Instituto dá continuidade às ações de muralismo iniciadas em maio de 2018 na fachada do prédio, na rua 24 de Outubro, 112. A pintura “redes subterrâneas” integrará o nosso visual até final de outubro deste ano e permanecerá disponível para todos que a quiserem visitar e refletir.