Grupo pede cassação de vereador que invadiu igreja

07/02/2022


Ato ocorreu no último sábado no Largo da Ordem



Vereadores de Curitiba anunciaram hoje que vão pedir a abertura de processo de cassação do mandato de Renato Freitas (PT), que participou no sábado de ato na Igreja do Rosário, no Largo da Ordem, em Curitiba. A manifestação foi organizada para protestar contra o assassinato do congolês Moise Kabagambe, que foi espancado até a morte no último dia 24, no Rio de Janeiro. Atos semelhantes ocorreram em outras onze capitais do País.


Em Curitiba, o ato começou em torno das 17 horas e, de acordo com os manifestantes, um pouco depois do início, o padre da Igreja teria começado a empurrar os manifestantes que estavam na escadaria da igreja.


Neste momento, as pessoas presentes começaram a gritar 'racista' para o padre, que fez sinal de positivo com as mãos. Os manifestantes ocuparam a igreja em forma de protesto. Conforme declarações de presentes, o vereador Freitas, teria coordenado a ocupação.