Homem mata seis pessoas em universidade na Rússia

20/09/2021


Suspeito foi ferido e preso pela polícia



Ao menos seis pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas nesta segunda-feira (20) em um campus universitário de Perm, na Rússia, após um assassino atirar nas pessoas. Ele foi ferido e preso.


"Um estudante que estava em um dos edifícios da universidade abriu fogo contra as pessoas ao seu redor", informou o Comitê de Investigação Russo, responsável pelas investigações mais importantes do país.


O comitê divulgou inicialmente que ao menos oito pessoas haviam sido mortas, mas corrigiu a informação depois.


O assassino "ficou ferido durante a detenção, ao opor resistência", segundo o comunicado divulgado pelo comitê. Não há detalhes sobre o seu estado de saúde.


O ataque ocorreu por volta das 11h (horário local, 3h em Brasília). Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra uma pessoa vestida de preto caminhando na direção da entrada do prédio e atirando.


Outras imagens mostram estudantes fugindo dos tiros e pulando pelas janelas do primeiro andar de um prédio do campus, que fica na região dos Urais, no leste do país.


O comitê diz que 28 pessoas precisaram de atendimento médico. O ministério da Saúde russo diz que mais de 20 pessoas ficaram feridas, sendo 19 delas por tiros.


O porta-voz da presidência russa, Dmitri Peskov, afirmou que Vadimir Putin, que está em quarentena por ter tido contato com "dezenas" de pessoas com Covid-19, está ciente dos ataques.


"O presidente expressa profundas condolências aos que perderam parentes e amigos no incidente", afirmou Peskov.


O primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin, assim como os ministros da Saúde e da Educação, foram para Perm, segundo as agências de notícias russas.