top of page

Museu de Arte da UFPR abre chamada pública para residência artística

27/12/2022


A residência artística terá duração de uma semana, e ocorrerá na sede do MusA, de 06 a 10 de fevereiro de 2023



Com o tema “Poéticas Originárias: ancestralidade e contemporaneidade”, o Museu de Arte da Universidade Federal do Paraná abre chamada pública para a primeira edição do Ateliê23: Programa de Residência Artística do MusA.


O programa busca converter temporariamente os espaços expositivos do museu em espaços criativos, com a abertura de suas portas para a experimentação e a circulação de novos artistas e trabalhos em múltiplas linguagens.


As inscrições podem ser feitas entre os dias 23 de dezembro de 2022 a 26 de janeiro de 2023.


A residência artística terá duração de uma semana, e ocorrerá na sede do MusA, de 06 a 10 de fevereiro de 2023. Os trabalhos serão conduzidos por artistas e professores mediadores que irão articular técnicas, materiais, instrumentos, referências e propostas de artistas residentes à temática guia do Ateliê23.


A produção artística irá abordar diferentes linguagens, como fotografia, pintura, arte digital, bordado e escultura. As obras resultantes dos trabalhos realizados no Ateliê23 irão compor uma nova exposição e poderão ser incorporadas ao acervo permanente do museu.


As inscrições para o Ateliê23 são voltadas para artistas, vinculados ou não à UFPR. São ofertadas dez vagas para a residência artística. Os interessados devem ler com atenção as diretrizes da chamada pública “Ateliê23: Programa de Residência Artística do MusA” e preencher formulário online disponível no site do museu [https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSe4ALfV-eW8zehCB7sCL_dJGBI-5Frjctqaydch3hWYKrZ_ig/viewform].


Além do formulário, é preciso apresentar carta de intenção de participação, proposta de trabalho artístico e envio de portfólio, com até cinco trabalhos realizados nos últimos dez anos.


Temática


A conversão da sala expositiva em ato criativo é a proposta central do programa, que pretende ser realizado anualmente, apresentando uma abordagem temática para cada edição, com a intenção de despertar nos processos criativos, inquietações, belezas, profundezas e inspirações do tempo presente. A temática guia do Ateliê23, “Poéticas Originárias: ancestralidade e contemporaneidade”, busca estimular produções artísticas que reflitam sobre os ambientes e patrimônios das culturas originárias e sua participação criadora e geradora de novos mundos possíveis.


Espera-se que os processos criativos sejam instigados a refletir sobre o legado vivo da ancestralidade e seus horizontes de renovação frente às vicissitudes de um mundo em crise. Propõe-se que as obras dialoguem com as forças que advém das ancestralidades ameríndias, originárias e dos territórios, como fontes criadoras de renovação da vida, focalizando a temática de diversas perspectivas, como ambiental, social e política.


A temática desta edição surge como desdobramento da exposição de Arte Indígena Contemporânea “Netos de Makunaimi: encontros de arte indígena contemporânea”, realizada no MusA entre novembro de 2019 e setembro de 2022. A mostra foi promovida pelo Grupo PET Litoral Indígena/Prograd/MEC e teve curadoria das professoras Ana Elisa de Castro Freitas (UFPR) e Paula Berbert (USP), ambas pesquisadoras da arte indígena contemporânea.


Para dúvidas ou mais informações sobre a chamada pública, entrar em contato com: musa@ufpr.br .

bottom of page