Vereadores querem barrar aumento de salário de políticos

12/01/2022


As vereadoras do Novo são contra o reajuste para políticos



Quatro vereadores apresentaram proposta para impedir o reajuste no salário dos parlamentares da Câmara Municipal de Curitiba, prefeito, vice-prefeito e secretários. A iniciativa é assinada por Amália Tortato (Novo), Indiara Barbosa (Novo), Denian Couto (Podemos) e Flávia Francischini (PSL).


De acordo com o texto protocolado pelo grupo de vereadores, agentes políticos não seriam contemplados com a recomposição salarial, que vai de 11% a 19% dependendo do tempo que estavam sem reajuste.


No caso do prefeito Rafael Greca (DEM) e do primeiro escalão, o aumento é o mesmo dos servidores, 10,25%. O salário do prefeito passaria dos atuais R$ 27.495,43 mensais, para R$ 31.262,30. Em relação aos secretários, o salário passaria de R$ 18.281,10 para R$ 20.785,61.